Visitar

Monumento Nacional

Igreja de Santa Maria de Airães
 

Monumento Nacional (MN), Decreto-Lei n.º 129/77, DR 226 de 29 de setembro 1977

ZP (50 metros)
Descrição
Planta longitudinal composta por três naves, capela-mor, sacristia e torre sineira quadrada adossada a esta. Volumes escalonados com coberturas diferenciadas em telhados de uma e duas águas e em terraço na torre sineira. Fachada principal, a O., escalonada com nave central terminada em empena e pórtico aberto em gablete, com quatro arquivoltas assentes em colunas com capitéis lavrados em motivos fitomórficos; encima-o fresta. A este volume, foram acrescentados os das naves laterais, rasgados por vãos simples de verga reta. Fachadas laterais da nave central percorridas por cornija sobre cachorros. O INTERIOR, fruto das reconstruções sofridas, apresenta as naves separadas por arcos de volta inteira sobre possantes pilares circulares. Em cada uma das naves laterais existem duas portas e duas janelas e no topo retábulos de talha dourada. A cobertura é de madeira, de perfil curvo. Arco triunfal quebrado de duas arquivoltas assentes em coluna de capitel esculpido e imposta. A capela-mor, com as paredes parcialmente revestidas a azulejos, apresenta na parede testeira uma fresta e um pequeno sacrário; cobertura em abóbada de berço quebrada.

Informação RRVS
Informação IGESPAR


Localização
Lugar do Mosteiro
Freguesia de Airães


Observações
clique mais informações

Igreja de São Vicente de Sousa

Monumento Nacional (MN), Decreto-Lei n.º 129/77, DR 226 de 29 de setembro 1977

 ZP (50 metros)

Descrição

Igreja Românica

De planta longitudinal por nave única e capela-mor retangulares. As arcaturas do portal apresentam modinatura idêntica à de Paço de Sousa e na arcada exterior a decoração é floral encadeada em círculos. Ainda que a atual capela-mor seja de construção moderna, subsiste a sapata da românica que vemos ser de planta quadrada. Retábulos laterais maneiristas e retábulo-mor de talha dourada barroco do chamado estilo nacional.

Informação RRVS

Informação IGESPAR

Nota Histórico-Artistica

Localização

Lugar Lordelo

Freguesia Sousa

 

 

Mosteiro de Santa Maria de Pombeiro
Mosteiro de Santa Maria de Pombeiro

Monumento Nacional (MN)
Decreto-Lei de 16 de junho de 1910,
DG 136 de 23 junho 1910.

ZEP (Portaria nº 651/2002)

Descrição
O Mosteiro de Pombeiro, fundado em 13 de julho de 1059 por D. Gomes de Aciegas, foi o mais notável convento beneditino do Norte de Portugal, pelo papel que desempenhou na história de Portugal e pela riqueza do seu património.
O conjunto Igreja e Mosteiro, constitui um exemplar da arquitetura religiosa, românica e setecentista.
Apesar da sua imagem ser na atualidade, marcadamente setecentista, subsistem ainda alguns elementos da época românica, tais como, as absidíolas que rematam as naves laterais, o portal de cinco arquivoltas, assentes em capitéis lavrados, encimado por uma grande rosácea emoldurada por colunas e arcos românicos.

Informação RRVS
Informação IGESPAR

Localização

Lugar do Mosteiro
Freguesia de Pombeiro
Concelho de Felgueiras

Nota Histórico-Artistica

Observações
Clique para mais informações

Boletim Municipal #11 2017
Cm Felgueiras 2017 - Todos os direitos reservados
Desenvolvido por