Notícias

Câmara lançou edição sobre 500 anos de Felgueiras como concelho

15-07-2015

Felgueiras 500 anos de concelho

Autarquia comemora o 25º aniversário da elevação de Felgueiras à categoria de cidade com o lançamento de uma obra que retrata o concelho.

Realizou-se o lançamento da obra “Felgueiras 500 anos de concelho: dados e perspetivas”, coordenada pelo felgueirense e professor da Universidade do Porto Pedro Vilas Boas Tavares. O evento teve lugar nos Paços do Concelho, no dia 13 de junho – data em que se completaram 25 anos após a elevação de Felgueiras à categoria de cidade.
Na cerimónia, o presidente da Câmara, Inácio Ribeiro, congratulou-se com o resultada da obra e agradeceu o contributo dos académicos. E afirmou: “Este livro demonstra o trabalho de muitos felgueirenses, retrata a nossa cultura, espaços e memória. Felgueiras é um concelho de gente honrada e trabalhadora. A obra demonstra bem os nossos valores”.
Pedro Vilas Boas Tavares agradeceu o convite da Câmara para coordenar a edição: “Este foi um trabalho que me deu prazer e grande felicidade, mais do que os que já tenho realizado, porque é uma investigação sobre o concelho do qual sou natural”.
A apresentação esteve a cargo de Fernando Torres Moreira, também felgueirense e professor da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD).
Trata-se de uma obra, editada pela Câmara Municipal, e reúne todas as intervenções produzidas pelos académicos que participaram, em outubro passado, nas celebrações dos 500 anos do Foral de Felgueiras, que são as seguintes: “Inquirições na Terra de Felgueiras (séculos XIII-XIV). Espaço e Senhores”, por José Augusto de Sottomayor-Pizarro; “Organização eclesiástica da Terra de Felgueiras”, por Maria João Oliveira e Silva; “O românico na Terra de Felgueiras”, por Lúcia Rosas e Maria Leonor Botelho; “Forais de Felgueiras e de Unhão”, por Maria Cristina Cunha e Pedro Vilas Boas Tavares; “Família, casa e senhorio na época moderna: perspetivas do concelho de Felgueiras”, por Helena Osswald; “Confraias, crenças e cultos na Terra de Felgueiras (século XVIII), Contributo para o seu estudo”, por Maria Marta Lobo de Araújo; “Manuel de Faria e Sousa (1590-1649): memória e erudição”, por Zulmira Santos; “Os “brasileiros” de Felgueiras – emigração e retorno”, por Jorge Fernandes Alves; “Indústria de Felgueiras: história e configurações”, por Elsa Pacheco, Jorge Fernandes Alves e Laura Soares; “Leonardo Coimbra: o filósofo e o seu legado”, por Ângelo Alves; “Médicos e académicos do concelho de Felgueiras”, por Amélia Ricon Ferraz.

Boletim Municipal #9 2016
Cm Felgueiras 2017 - Todos os direitos reservados
Desenvolvido por